Você sabia que no dia 10 de maio é celebrado o Dia Internacional de Atenção à Pessoa com Lúpus?

A data tem como objetivo conscientizar a população sobre a importância de se manter atento e ciente aos aspectos da doença. Mas, você sabe o que é lúpus e quais são seus sintomas? Vamos conhecer?

A data tem como objetivo conscientizar a população sobre a importância de se manter atento e ciente aos aspectos da doença. Mas, você sabe o que é lúpus e quais são seus sintomas? Vamos conhecer?

É uma doença com um diagnóstico que pode ser um pouquinho complicado de ser realizado, porque a diversidade de manifestações e sintomas provocados por ela abre um leque de possíveis outros distúrbios.  

É inflamatória e de origem autoimune, ou seja, é uma condição onde o seu próprio sistema imunológico ataca e destrói tecidos saudáveis por engano. Dentre as doenças autoimunes, o lúpus é uma das mais importantes.  

No caso do lúpus, o sistema imunológico passa a produzir anticorpos em excesso. O que acontece é que, por estar em alta concentração, eles passam a atacar o próprio organismo, o que acaba por provocar lesões e inflamações em diversos órgãos.  

É uma doença que é mais comum nas mulheres jovens. Ano passado, artistas como Selena Gomez e Lady Gaga revelaram sofrer com o transtorno.  

Tipos

O lúpus pode ser dividido em 4 tipos:

Lúpus Discóide: Nesse tipo de lúpus, a inflamação é limitada à pele. Nesse caso, é possível identificar a partir do surgimento de lesões avermelhadas que, geralmente, aparecem na nuca, rosto e couro cabeludo.  

Lúpus Sistêmico: Esse é o tipo mais comum da doença, que pode ter um grau leve ou grave. Nesse caso, a inflamação ocorre no organismo e acaba por comprometer vários órgãos ou sistemas do corpo. É válido lembrar que que algumas pessoas com o lúpus discóide pode evoluir para essa forma sistêmica.  

Lúpus induzido por drogas: Nesse caso, a doença é causada por uma inflamação temporária durante o uso de algumas drogas ou medicamentos.

Lúpus neonatal: Esse é uma condição rara que afeta filhos de mulheres com lúpus.

Ao nascer, a criança pode ter problemas no fígado ou baixa contagem de células sanguíneas. A boa notícia é que os sintomas desaparecem completamente após vários meses sem efeitos duradouros.

Nesse caso da doença, também é possível que o bebê tenha um problema cardíaco grave, porém, com testes adequados, é possível que o médico identifique e trate a criança antes ou depois do nascimento.

Causas  

Como visto, o lúpus ocorre quando o sistema imunológico ataca e destrói os tecidos saudáveis do corpo. Ainda não se sabe exatamente o que causa essa doença autoimune, mas pesquisas indicam que ela pode ser um um resultado de uma combinação de fatores de risco:

  • Gênero: a doença é bem mais comum em mulheres do que em homens.  
  • Idade: a maior parte acontece entre os 15 e 40 anos, mas pode surgir em todas as idades. A média é em torno de 31 anos.  
  • Etnia: a doença é mais comum em pessoas afro-americanas, hispânicas e asiáticas.

E quais são os sintomas da doença?

Os sintomas podem aparecer de repente ou se desenvolver mais lentamente. Além disso, podem ser leves, moderados ou graves, temporários ou permanentes. Existem alguns sinais mais comuns, que são:

  • Fadiga
  • Febre
  • Dor nas articulações
  • Dificuldade para respirar
  • Dor no peito
  • Sensibilidade à luz do sol  
  • Dor de cabeça
  • Perda de memória
  • Queda de cabelo
  • Feridas na boca

Esses sintomas variam e dependem muito de qual parte do corpo está sendo afetada pela doença.  

Existe cura para o lúpus?

Ainda não, mas com um tratamento adequado e acompanhamento médico, é possível ter uma melhor qualidade de vida.

Fontes: https://www.minhavida.com.br/saude/temas/lupus


Deixe uma resposta